quarta-feira, 14 de março de 2012

De volta

Depois de tantos meses de afastamento estou de volta. Por razões que não cabem aqui, parei de postar matérias e quase desisti do blog, porém os apelos dos amigos mais próximos trouxeram à tona a vontade de escrever e compartilhar novamente minhas experiências com vocês. Neste tempo afastado continuei pescando, é claro, então tenho algumas postagens na ¨geladeira¨ aguardando sua vez. Começarei com uma pescaria de lambarís que fiz na companhia do meu amigo Bernardo, que, aliás, foi um dos responsáveis pelo minha retomada do blog.
Os que acompanham o blog sabem que adoro a pesca de peixes pequenos, em especial do lambarí. Desde que me mudei para Ribeirão Preto vinha procurando um local para pescá-los próximo de casa, sem sucesso. Até encontrei algumas lagoas e trechos do rio Pardo onde era possível fisgá-los, más a pescaria que eu gosto, que é feita em pequenos rios de água cristalina e corredeiras, estava distante da minha realidade, pois este tipo de curso d’água não é comum aqui na região.
Essa realidade mudou quando descobri um riacho com essas características a apenas 35 km da minha casa. O dia que fiz a descoberta foi um Domingo à tarde durante um passeio com minha esposa e estava sem minha tralha de fly, más mesmo assim pude constatar a presença dos peixes quando joguei farelo de pão na água e imediatamente foi atacado por um cardume de lambarís. Imaginem meu desespero. Pronto, agora teria que segurar a ansiedade por uma semana até que pudesse voltar e colocar minha varinha #2 para trabalhar.
Durante a semana atei umas ¨duzentas¨ moscas e convidei o Bernardo, que também é fanático por lambarís, para conhecer o local.
No sábado seguinte lá estávamos nós de wader e wading shoes para explorar o local.
O riacho serpenteia por entre uma mata ciliar bem preservada e tem águas cristalinas que correm sobre pedras e um fundo arenoso.
O trecho que iríamos pescar passa dentro de uma propriedade particular na qual o dono é extremamente zeloso e preocupado com o meio ambiente, não permitindo que nenhum peixe seja abatido.








Logo nos primeiros arremessos começaram as capturas. Era um atrás do outro. Apesar de não serem grandes nos proporcionavam muita satisfação, principalmente ao Bernardo, com sua vara Sage #000 (que inveja!rrrrr).




Usamos basicamente pequenas larvas de midges atadas em anzóis #16 ao #20 já que os peixes não se animaram em atacar nossos dryflies.
Durante umas quatro horas pescamos e soltamos muitos peixes e tiramos inúmeras fotos desse pequeno paraíso.




Depois desse dia, este local entrou definitivamente para nossa lista de favoritos e voltamos lá sempre que podemos. Algumas vezes a pescaria é boa, outras nem tanto, más o importante é que agora temos nosso ¨riozinho no estilo¨ (como diria meu amigo Gregório) para pescar estes pequenos valentes.
Abraço a todos.

12 comentários:

  1. ola, sou antonio da espanha , adoro pescar e gostaria muito pescar dourado na regiao de ribeirao preto . estarei com a minha mulher ai em ribeirao em abril de ferias, vc me pode dizer onde eu poderia ir pescar esse peixe a fly e a vara especifica. aqui deixo meu e-mail:
    antoniosevilla.nano@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. Pois é Franklin, depois de quase 1 ano parado eim!!! Eu tinha até desistido de olhar o blog!!! hahahahahah

    Que fera que vc encontrou esse riozinho ai perto e que pena que não estou mais por ai!!!!

    Mas só de saber que os amigos que deixei por ai estão pescando bem já ta legal.

    Então, to com um Barracuda aqui tb e sei que vc ta com um caiaque por ai. Vamo ver de marcar uma pescaria qq hora juntos! Por aqui tem MUITA opção em represas no Tiete ou no Grande e tem o Rio Turvo que passar aqui pertinho.

    Vamo ver de marcar algo!

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  3. Franklin, tbm sou fã da pesca de lambarí na mosca, muito divertida, vale a pena. Parabéns pela retomada do blog.
    Boa sorte, Abs., Enio

    ResponderExcluir
  4. Boa parceiro, desejo uma feliz e produtiva retomada das atividades do blog e vou tentar colaborar com vc na medida do possivel, aquela ideia de publicar ums "causos de pescaria "p ex
    Saude e paz e vamos pescando atraz....
    Abs
    Eduardo.

    ResponderExcluir
  5. Muito obrigado Xandão, Enio e Eduardo, vamos juntos nessa empreitada de fortalecer o Fly.
    Grande abraço.
    Franklin.

    ResponderExcluir
  6. alexandre cristovao15 de março de 2012 19:18

    Pequenos peixes mas grande pescaria, Franklin! mto belo e selvagem o lugar. Grande achado!
    E tem mto relato de ótimas pescarias pra postar.
    Conte com meu apoio.
    grande abraço

    ResponderExcluir
  7. Fico feliz com o retorno!
    E essa ninfada de gafanhoto aí em?? TOP. Muito comum nessa época do ano. Parabéns pelo registro e a excelente dupla com o Bernardo!
    ABC!
    Leandro Vitorino

    ResponderExcluir
  8. Obrigado Alexandre e Leandro, a participação de vocês é muito importante para o blog continuar.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  9. Grande amigo Franklin, Agradeço muito pela citação no blog!
    Fiquei muito contente com a retomada do mesmo, e por poder participar e colaborar com alguma coisa!
    Apesar dos contratempos da vida, não devemos desistir dos nossos objetivos!
    Pode contar comigo sempre e sucesso na nova fase do blog!
    Abração

    ResponderExcluir
  10. Grande Bernardo, obrigado pela força meu amigo. Agora espero uma matéria sua da lagoa dos ventos.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  11. Grande Franklin,
    Blz? Fico feliz com que tenha se reencontrado aí em Ribeirão, na paz e na alegria de poder contar com um ribeirãozinho no estilo e na sabedoria de poder sempre compartilhar suas experiências com seus parceiros. Votos de sucesso nessa nova fase e um forte abraço!

    ResponderExcluir
  12. Obrigado Iltão, aguardo você para uma visita aqui.
    Abraço.

    ResponderExcluir